COLORIMETRIA

As novas massas pigmentadas à base de solvente apresentam melhorias em relação às bases anteriores. Estas alterações refletem-se em melhorias de resistência à luz, resistências químicas, capacidade de repintura ou em resistências ao exterior. 

Na tabela de características apresentada abaixo, podemos ver: a sua resistência à luz, a sua eficácia para o exterior ou a sua capacidade para ser degradadas com branco, assim como a sua resistência a ácidos e bases para a aplicação em diferentes suportes.

COR REFERÊNCIA RESISTÊNCIA À LUZ DIN ISO 105-B01 RESISTÊNCIAS QUÍMICAS DIN ISO 105-A02
TOM CHEIO TOM DEGRADADOS ÁCIDOS BASES TOM CHEIO TOM DEGRADADOS
BRANCO
DGB-1000B 8 8 5 5 5 5
BRANCO INTENSO
DGB-1020B 8 8 5 5 5 5
AMARELO OCRE
DGB-2000B 8 8 5 5 5 5
AMARELO ÍNDIO
DGB-2000B 8 7-8 5 5 4 4
AMARELO MÉDIO
DGB-2120B 8 7-8 5 4 5 4-5
AMARELO LIMÃO
DGB-2700B 8 8 5 5 4-5 4-5
VERDE PINHEIRO
DGB-3400B 8 7-8 5 5 5 4-5
AZUL PRÚSSIA
DGB-4300B 8 7-8 5 5 5 4-5
VIOLETA
DGB-5020B 8 7-8 5 5 4-5 4
BORDEAUX FÚCSIA
DGB-5200B 8 7-8 5 5 4-5 4
VERMELHO VIVO FERRARI
DGB-6400B 8 8 5 5 4-5 4
VERMELHO TERRA
DGB-6600B 8 8 5 5 5 5
LARANJA AUXILIAR
DGB-6820B 7-8 7-8 5 5 5 4-5
PRETO
DGB-9000B 8 8 5 5 5 5
PRETO INTENSO
DGB-9020B 8 8 5 5 5 5

Escala de cinzentos (Resistência química/Capacidade de repintura/Resistência ao exterior. DIN ISO 105-A02). 

Especifica-se a variação de cor associando-a a uma escala normalizada onde se representam pares de cinzentos onde um deles mantém um tom, intensidade e saturação constante enquanto o outro varia a sua saturação aparecendo cada vez mais claro. 

A escala especifica-se desde: 

5: Não varia a cor
4: Varia ligeiramente
3: Varia de forma facilmente percetível
2: Variação intensa
1: Variação muito intensa.

Escala de azuis (Para ensaio de resistência à luz. DIN ISO 105-B01) 

A escala de azuis é um conjunto de 8 tintas cuja característica fundamental é que cada um deles é 10 vezes mais sólido do que o seu antecessor imediato: 

1 = muito pouca solidez à luz
8 = muito alta solidez à luz

As referências normativas para a determinação dos parâmetros indicados são:

  • SOLIDEZ À LUZ:
    DIN ISO 105-B01
  • RESISTÊNCIA AGENTES QUÍMICOS:
    DIN ISO 105-A02
  • RESISTÊNCIA AO EXTERIOR:
    DIN ISO 105-A02
  • RESISTÊNCIA LUZ- XENOTEST:
    EN ISO 105-B02:2000 (800147)
  • RESISTÊNCIA EXTERIOR- XENOTEST:
    EN ISO 105-B04:1998 (800171)

Veículos para cores

Poliuretano alquídico alto brilho

  • KH8000T:
    VEÍCULO TRANSPARENTE ALTO BRILHO
  • KW1900T:
    VEÍCULO BRANCO ALTO BRILHO

Acrílico alto brilho

  • KZ8000T:
    VEÍCULO TRANSPARENTE ALTO BRILHO
  • KP1000T:
    VEÍCULO BRANCO ALTO BRILHO

Poliuretano alquídico acetinado

  • KN8002T:
    VEÍCULO TRANSPARENTE ACETINADO
  • KM1902T:
    VEÍCULO BRANCO ACETINADO

Acrílico acetinado

  • KS8002T:
    VEÍCULO TRANSPARENTE ACETINADO
  • KT1902T:
    VEÍCULO BRANCO ACETINADO

Poliuretano alquídico extramate

  • KN8009T:
    ACABAMENTO MATE TRANSPARENTE
  • KM1909T:
    ACABAMENTO MATE BRANCO

Acrílico extramate

  • KS8009T:
    ACABAMENTO MATE TRANSPARENTE
  • KT1909T:
    ACABAMENTO MATE BRANCO

ESPAÑA

KUPSA COATINGS:
Aptdo. de Correos 1081.
26080 Logroño (La Rioja)
Tel.: +34 945 622 222
Fax: +34 945 622 228
e-mail: webkupsa@kupsa.es

icono fabrica Fabrica:
Ctra. N-111 Logroño - Pamplona Km. 2,3.
01320 Oyón (Alava) España

POLONIA

KUPSA Coatings SP.Z.O.O.
NOWA 4
84-123 REKOWO GÓRNE
Tel.: +48 58 742 94 95
Fax: +48 58 742 94 96
e-mail: kupsa@kupsa.pl
Web: www.kupsa.pl

MÉXICO

KUPSA COATINGS KUPSA COATINGS MÉXICO S de RL de C.V.
Ave. Topacio #305 y #307
Col. Rincon del Poniente (Parque 300)
66368 Santa Catarina, Nuevo León
Tel.: +52 81 25 58 11 05
e-mail: kupsacoatings@kupsa.mx

INDIA

KUPSA COATINGS PVT.LTD.
Gat No.- 107, House No- 259
At Post Parandwadi, Dhamane RD,
Taluka-Maval,
District-Pune, 410506
Tel.: +91 96899 09844 / +91 91122 86586
e-mail: info@kupsa.in